Reportagem no Correio Braziliense (em 10\8\14) sobre estudos com idosos indicam que os videogames e a internet podem ter o mesmo efeito que antidepressivo.  Eles constataram que o uso da internet e os jogos do computador ajudam combater um grave problema dessa faixa etária: a depressão

Foi  exatamente  isso que constatou um artigo publicado na revista Nature Communications.  A pesquisa da Faculdade de Medicina Weill Cornell de Nova York(EUA) indicou que se divertir com algum tipo de game pode ser tão eficaz para reduzir os sintomas da depressão  quanto o tratamento padrão  – o uso de antidepressivos.

“No geral, a tecnologia com fins de entretenimento tem efeitos positivos sobre o comportamento humano, principalmente para tratamento de problemas com fobias e hiperatividade, além de melhorar o desenvolvimento cognitivo geral, já que exige o uso da lógica da memória, da resolução de problemas e das habilidades críticas”, atesta Luciano Gamberine, pesquisador do Departamento de Psicologia Geral da Universidade de Pádua, na Itália.     Para os idosos, há ainda o fato de que a interação exigida pelos jogos e pela internet estimula o comportamento social e colaborativo, o que pode ser muito útil, considerando que essa é uma faixa etária propensa à solidão, afirma o pesquisador.

Isso vem muito motivar o Centro Providência de Convivência  na instalação de oficinas variadas para ativação da memória com jogos, danças, brincadeiras, informática e internet, para as pessoas idosas que buscam nossas atividades.