Dona Nazira Rodrigues Santos é moradora do Gama, uma das Regiões Administrativas do Distrito Federal. Ali, em sua própria residência, ela montou um ateliê, onde trabalha com confecção de roupas femininas e costura, há mais de 30 anos. Toda a matéria prima de que precisa ela compra em Goiânia (GO): retalhos de tecidos, que são aproveitados ao máximo. Com os pedaços maiores, confecciona blusas e saias e, com a sobra, faz calcinhas e tapetes. Nada se perde, tudo se transforma!

Por meio de uma amiga, que é nossa cliente, ela conheceu o Programa Providência e o nosso mecanismo do microcrédito produtivo orientado. Seu primeiro empréstimo foi tomado em 2014. Atualmente, está na quinta renovação, ampliada, cujos recursos foram utilizados na aquisição do material que utiliza em suas confecções. Trata-se de excelente cliente, que paga sempre em dia os seus compromissos. Mesmo tendo outra fonte de renda (pensão!), ela sabe que pode contar com o microcrédito do Programa Providência para auxiliá-la, enquanto necessário. Algumas vezes, amigos e familiares pedem para que ela pare de trabalhar, pois já esta com “certa idade” e tem que descansar, mas ela resiste à “aposentadoria”, dizendo que trabalha na sua atividade “com amor” e assegurando: “se todo idoso tivesse uma atividade para passar o tempo, viveria por muitos mais anos”.

       As suas confecções são vendidas em sua residência e em festas típicas em outras localidades, a exemplo de Serra das Araras (MG), de Bomfim (TO) e Arraias (GO).